Kilocalorias

As 10 especiarias que te ajudam a viver mais.

Aumenta a tua saúde com estas especiarias medicinais.

0 80

1 – Cúrcuma

A curcumina é o principal composto estimulante da saúde encontrado na açafrão, e a açafrão constitui a base do curry. É um antiinflamatório, por isso ajuda a reduzir o risco de praticamente todas as condições degenerativas, especialmente as do cérebro, coração e sistema nervoso.

Há evidências que sugerem que taxas mais baixas de doença de Alzheimer na Índia (em comparação com os EUA) e Ásia Oriental (em comparação com a Europa) podem estar relacionadas a maiores quantidades de consumo de cúrcuma. Isto é tem como base na capacidade da curcumina de atravessar a barreira hematoencefálica e exibir uma variedade de efeitos neuroprotetores.

A curcumina também é um poderoso antioxidante, o que significa proteção dupla contra doenças. A pesquisa mostra que é 5-10 vezes mais forte que a vitamina C e E quando se trata de erradicar radicais livres.

2 – Canela

Quando pensas em canela, penses “açúcar no sangue”. É uma das melhores coisas que você pode adicionar à sua dieta para melhorar a sensibilidade à insulina e o controle glicémico. Um estudo de revisão da revista Diabetes Obesity and Metabolism analisou o efeito da canela sobre a glicémia em jejum em diabéticos tipo 2 e encontrou reduções variando de 10-29 por cento.

Uma maneira fácil de adicionar canela à tua dieta é colocá-lo no café ou chá. Isso irá facilmente colocar-te na faixa de 1-3 gramas por dia (1-2 colheres de chá), onde estes benefícios se situam. Também é um ótimo tempero para adicionar a outros alimentos. A sempre popular batata doce e combo de canela iluminará as tuas papilas gustativas sem aumentar o açúcar no sangue.

3 – Alho

O alho é como uma apólice de seguro. Ele protege-te  contra o resfriado comum e outras doenças, e melhora a saúde geral do teu trato gastrointestinal onde a doença começa. Uma dose regular de alho mantém as coisas equilibradas no teu intestino, matando leveduras e bactérias patogênicas, e alimentando os micróbios benéficos que ajudam a manter-nos magros e saudável. As cebolas fazem o mesmo, mas o que diferencia o alho é o seu conteúdo de alicina. Allicina é um composto que só é libertado quando os dentes de alho são picados ou esmagados, então, consume-o fresco sempre que possível.

4 – Pimenta Cayenne / Paprika (Pimentas)

Esta especiaria vem daqueles pimentões vermelhos e verdes. É mais conhecido por sua capacidade de disparar o teu metabolismo e bombear o teu sangue como um cavalo de corrida além dos suores e outras coisas. O alto teor de capsaicina é responsável pela colisão no gasto de energia e dilatação dos vasos sanguíneos.

Mas o verdadeiro benefício das especiarias contendo capsaicina é a sua capacidade de controlar a fome. Provavelmente, este é o principal motor de todas as pesquisas positivas sobre perda de gordura. Um estudo da revista Physiology & Behavior dividiu 25 homens e mulheres de peso normal em dois grupos. Um grupo recebeu um grama de pimenta vermelha e o outro não recebeu nenhum. Os comedores de especiarias tiveram uma temperatura e um gasto de energia ligeiramente mais elevados, e um apetite significativamente menor e o desejo de consumir alimentos gordurosos, salgados e doces.

Da mesma forma, um estudo de 2009 mostrou uma diferença significativa na grelina (a hormona da fome) depois de atribuir aos participantes um almoço contendo capsaicina ou sem capsaicina.

5 – Gengibre

O gengibre é mais conhecido por seus efeitos anti-inflamatórios. Ajuda a aliviar ou a acalmar os músculos do sistema gastrointestinal e aliviar a náusea e o enjoo matinal. Há também muita pesquisa a sugerir que o gengibre é benéfico para a dor artrítica e a dor muscular, o que não seria surpreendente, dado seus efeitos anti-inflamatórios. Ele também fornece uma dose robusta de antioxidantes, podes esperar a mesma proteção contra doenças, mais notoriamente as do cérebro e coração.

6 – Cravo (cravinho)

Ao olhar para as ervas mais comuns e as especiarias listadas aqui, os dentes moídos realmente têm o valor ORAC mais alto (ORAC a medida usada para medir os níveis de antioxidantes) com alguns índices sugerindo que é quase o dobro do orégano.

Os cravos-da-índia são ótimos para a digestão, essencialmente “aquecer o estômago” e encorajar o corpo a secretar o ácido estomacal (HCL), o que é crítico para a degradação adequada dos alimentos e a absorção dos nutrientes nele. Os cravinhos também fornecem um tiro de óleo antimicrobiano, antifúngico e antiviral que desarma patógenos potenciais e aumenta a força e a função geral do sistema imune e gastrointestinal.

Apesar do pensamento convencional, a falta de HCL é a razão pela qual muitos lutam com azia, indigestão e outros problemas gastrointestinais. Então, abandone o Maalox e Tums e obtenha alguns dentes (e vinagre de maçã) na mistura.

7 – Cominho

O cominho é outro ingrediente popular no curry e é responsável por esse delicioso sabor de taco em pratos mexicanos. É melhor pensar em cominho como o ajudante da digestão, combate as bactérias e previne a oxidação. Também pode reduzir a glicose no sangue e a glicação (em ratos diabéticos) e aumentar a resposta imune (em ratos induzidos pelo stress).

8 – Cardamomo

É uma das principais especiarias para ajudar a digestão, o seu poderoso óleo mata bactérias patogénicas (Streptococcus mutans e Candida albicans) na boca e provavelmente no intestino, e tem um efeito dilatante, apoiando um melhor fluxo de oxigénio e sangue. Além de usá-lo no chá ou adicioná-lo a pratos doces, podes mastigar as vagens de cardamomo, como se faz na Índia, para lutar contra o mau hálito e obter uma pequena limpeza dos dentes do revestimento fibroso.

9 – Sementes de funcho

Este tempero refrescante ajuda com a digestão e o mau hálito. Os óleos essenciais em sementes de erva-doce também parecem afugentar a infecção e relaxar os músculos do estômago. O funcho é conhecido por fornecer alívio para aquelas com tratos gastrointestinais irritados e protege contra o crescimento excessivo e a infecção bacteriana. É também uma rica fonte de antioxidantes. Uma análise identificou 23 compostos bioflavonoides ou ricos em fenólicos no óleo essencial produzido a partir de suas sementes trituradas.

10 – Peppercorn (Pimenta Preta)

A pimenta preta é o tempero mais comumente comercializado e consumido, mas os benefícios são comumente desconhecidos. Se fossem conhecidos, veríamos mais misturas de pimenta com outras especiarias, dado que “aumentar a absorção de outros nutrientes” é o seu maior atributo. Pensa nisto como o tempero que complementa outras especiarias. Num estudo, os pesquisadores administraram dois gramas de curcumina com e sem piperina (o composto químico em grão de pimenta) e viram uma biodisponibilidade de 2000 por cento maior quando a piperina foi incluída.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.