Kilocalorias

Os benefícios da Creatina

1 85

Qualquer desportista, seja de que modalidade for, conhece bem os benefícios que a creatina tem para a recuperação após um treino intenso, bem como a excelente ajuda no crescimento muscular. Mas muito poucos sabem que a creatina também estimula o crescimento das células satélite.

Um recente estudo prova que a creatina ajuda principalmente os atletas de carga e esforço intenso (culturistas) a aumentar a massa muscular mediante a activação das células satélite da fibra muscular, de uma forma muito similar à activação das células mãe, as miosatélite – o músculo satélite. De fato estas são as as precursoras das células do músculo esquelético, o que significa que quantas mais células satélite tens, mais eficaz é o teu corpo de criar novas fibras musculares, o que é, virtualmente todo o objectivo de um culturista.
Agora explico como a creatina como suplemento está seriamente implicada na no processo de ajudar na criação das células satélite.

A creatina parece fazer com que as células satélite se multipliquem e se diferenciem em células musculares regulares. Isto explica como é que a creatina ajuda a aumentar a massa muscular e respectivo volume num desportista.
Luke Bucci, Doutorado em Fisiologia no centro InnerPath Nutrition, em Reno, Nevada USA

Apesar desta nova descoberta, é bem sabido que a creatina impulsiona o crescimento muscular de muita outras formas.

A creatina aumenta a produção de ATP (Adenosina de Trifosfato)
A Adenosina de Trifosfato (ATP) é a principal fonte de energia do corpo e é gerada conforme pedido pelas nossas acções. Quando queres levantar um peso mais pesado ou realizar as repetições após a falha muscular, os músculos sofrem uma serie de reacções químicas a nível celular para gerar mais ATP. A creatina combina com o fosfato para converter-se em fosfato de creatina, e esta molécula de fosfato com uma carga alta de energia é então usada para formar ATP. Este processo realiza-se quase instantaneamente, assim sendo, suplementar com a creatina ajuda e muito a que este ciclo de criação de ATP seja menos demorado e mais constante.

A creatina enche os músculos de líquido.
Uma das outras formas da creatina ajudar no aumento da massa muscular, é o transporte de nutrientes e líquidos às células da fibra muscular. A creatina é uma molécula péptida formada pelos aminoácidos arginina, glicina e metionina. Quanto mais creatina houver nas células musculares mais líquido atrairá ao seu interior (célula) criando mais volume fibroso. Esta ação produz vários benefícios:

  • Primeiro, provoca um aumento muscular significativo.
  • Segundo, ajuda-te a levantar mais peso e a realizar mais repetições, porque os músculos mais densos são mais fortes.
  • Terceiro provoca um alongamento e ruptura nas fibras musculares, causando a reparação das mesmas = crescimento.

A creatina proporciona outros benefícios para os exercícios bem como para a saúde.
A investigação revelou enumeros benefícios para a saúde daqueles que consomem creatina como suplemento. Entre estes benefícios para a saúde está o antioxidante que combate os radicais livres, aumento de recuperação e diminuição da fadiga, bem como ajuda a prevenir outro tipo de doenças como o cancro. A creatina ajuda na função cognitiva, protegendo o cérebro contra a deterioração. Isto resulta numa melhor concentração e intensidade durante os exercícios mais exigentes. A creatina também protege contra os danos cerebrais provocados pela concussão e trauma cerebral. Também ajuda a reduzir os sintomas da doença de Parkisson e síndrome de fatiga crónica.
Ainda que os desportistas estejam mais interessados na suplementação com creatina para os ganhos musculares e recuperação, do que sobre os seus benefícios na saúde ambos estão intrinsecamente ligados.

1.
Vierck J, Icenoggle D, Bucci L, Dodson M. The effects of ergogenic compounds on myogenic satellite cells. Med Sci Sports Exerc. 2003;35(5):769-776. [PubMed]
1 comentário
  1. […] Já tinha-mos falado aqui nos benefícios da creatina. Agora pesquisadores de Itália publicaram novas pesquisas sobre os mecanismos pelos quais a creatina pode aumentar a recuperação muscular e a massa muscular, especialmente no envelhecimento da população. A creatina (Cr) mostrou anteriormente capaz de aumentar o crescimento muscular aumentando diretamente os níveis de IGF-1 no músculo e aumentando a ativação das células satélites. Entre os factores de crescimento conhecidos, o IGF-1 é conhecido por estimular a actividade das células satélites, bem como a síntese de proteínas, bem como aumentar a hipertrofia muscular. De fato, o IGF-1 é um estimulador tão potente da hipertrofia muscular que a infusão de IGF-1 local diretamente nos músculos esqueléticos demonstrou aumentar a massa muscular.1 […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.